BLOGUEIRA

CRISTIANA ALTINO DE ALMEIDA

Médica especializada em Medicina Nuclear e Endocrinologia. Uma habitante a mais de Evoramonte onde vivo com Jan Kremer, jornalista e escritor holandês. Escolhemos Portugal para viver parte do ano. Outra parte pretendemos passar no Brasil, na Holanda e viajando. Queremos aproveitar nosso tempo priorizando qualidade de vida.

MAIS SOBRE PORTUGAL
XXIV - PORTUGAL NA PRIMAVERA
SJSJSJSJSJSJSJJSJ...
XXIII - PRIMAVERA EM EVORAMONTE
Aqui é primavera e as estradas estão margeadas por flores amarelas e brancas. Os montes estão verdes de oliveiras ou so...
XXII - A FUNDAÇÃO OBRAS E SEUS HABITANTES FANTÁSTICOS - PARTE I
A Fundação Obras na Herdade da Marmeleira, no Alentejo e bem próxima à nossa casa no Monte da Fazenda recebe art...
XXI - A MORTE DOS CARACÓIS
Tinham me dito que nessa época do ano não são os caracóis que comem as folhas das árvores e das parreiras...
XX - DORPSFEEST IN BELD - FESTIVAL DA FREGUESIA DE EVORAMONTE EM FOTOS
A festa anual da aldeia, em Evoramonte cobre um período de quatro dias. A abertura não incluiu um discurso do chefe da aldeia,...

XX - DORPSFEEST IN BELD - FESTIVAL DA FREGUESIA DE EVORAMONTE EM FOTOS

DORPSFEEST IN BEELD 

Het jaarlijkse dorpsfeest in Evoramonte besloeg 4 dagen. De opening bestond niet uit een toespraak van het dorpshoofd maar uit de opening van de bar.

Daar zat dan vrijwel de gehele bevolking van het dorp, aan de rand van de dansvloer. Als tweede stond op het programma 'Opening van de vogeltentoonstelling'. Je denkt dan al gauw aan een grote hal met duizenden kooien en tienduizenden vogels. In Evoramonte denken ze daar anders over.

De belangstelling voor de vijf kooitjes met een handvol kanaries en parkieten was niet overweldigend. Misschien had dat te maken met de volgorde van het programma. Dus eerst de kanaries & parkieten, daarna de opening van de bar.
Cristiana kocht een paar lootjes bij wat leek op de uitdragerij van Malle Pietje. Ze had haar zinnen gezet op een kristallen vaas. Het werd een -geloof het of niet- penismeter. Daar wil je op een feest niet mee rondlopen dus die meter verdween discreet in een afvalbak.
 
 
Daarna ging Cristiana de dansvloer op met haar vriendin dona Vitoria, de vrouw van onze taxichauffeur, senhor Bolas De band speelde covers van beroemde Portugese zangers en zangeressen van wie ik nog nooit had gehoord. Vrolijke dansmuziek, geen treurige fado.
 
 
Ik was al die tijd te vinden op het terras van de bar. Het is misschien een beetje kneuterig maar juist die kneuterigheid geeft het feest een zekere charme. Wij hebben ons in ieder geval prima vermaakt.
 
Jan Kremer

UM FESTIVAL EM FOTOS (TRADUÇÃO DO HOLANDÊS).

A festa anual da aldeia, em Evoramonte cobre um período de quatro dias. A abertura não contempla um discurso do chefe da aldeia, mas a inauguração do bar do festival.

Um festival na aldeia de Evoramonte parecendo uma dessas festas nordestinas de praia.

Em seguida, quase toda a população da aldeia se posiciona na borda da pista de dança.

A segunda parte do programa era a  "Abertura da exposição de aves". Você imagina por um momento que vai visitar um grande salão com milhares de gaiolas e dezenas de milhares de aves.  

Em Evoramonte eles pensam de forma diferente.

Cinco gaiolas com um punhado de canários e periquitos não despertou um interesse preponderante. Talvez pela ordem da programação. Fossem primeiro os canários e periquitos e depois a abertura do bar.

.

A fantástica exposição de pássaros, na realidade umas cinco gaiolas e uns pares de periquitos.


Cristiana comprou alguns bilhetes de loteria numa tenda que parecia ser o lixo Malle Pietje, tipicamente holandês. Ela tinha desejado tirar um vaso de cristal. Acredite ou não seu prêmio foi um medidor da espessura de pênis. Você não quer andar com tal instrumento numa festa, motivo pelo qual o objeto desapareceu discretamente numa lata de lixo.

A quermesse onde a gente comprava fichas e por sorteio recebia um brinde.

Depois Cristiana foi para a pista de dança com sua amiga Dona Vitória, a esposa de nosso motorista de táxi, o Sr. Bolas. A banda tocou covers de cantores famosos portugueses dos quais nunca tinha ouvido falar. Música alegre para uma dança alegre, não um doloroso fado felizmente.

A pista de danças de areia batida e os estranhos pares dançando.

Passei todo esse tempo no terraço do bar. Pode ser um pouco louco mas esse aconchego de pessoas estranhas num bar observando a dança embaladas pela música desconhecida e alegre dá à festa um certo charme. Em todo caso nos divertimos lá por um bom tempo.

Jan Kremer

1 - XVII FESTIVAL DE FOLCLORE EM EVORAMONTE:

O festival de floclore de Evoramonte ocorreu no dua 17 de setmebro de 2017 e é anual. O Grupo Folclórico "A Convenção" de Evoramonte organiza o festival, participa dos festejos e convida outros grupos para apresentações. Nesse ano o Rancho Folclórico  "As Cantarinhas"  da Fontinha (Cantanhede), o Grupo de Danças e Cantares do Catujal (Unhos, Loures), o Grupo Etnográfico Paul da Trava de Vale de Cavalos (Chamusca) e o Rancho Folclórico do Centro de Cultura e Recreio dos Foros da Fonte Seca (Redondo).

O festival se realiza todos os anos, é divulgado por panfletos e tem o apoio da Câmara Municipal de Estremoz, da Junta de Freguesia de Evoramonte, da Associação Cultural, Desportiva e Recreativa de Evoramonte e de outras empresas locais. 

Fomos ao festival no fim do dia primeiro pela curiosidade da apresentação de tantos grupos e segundo para conhecermos melhor e nos entrosarmos na vida da aldeia. Lendo o convite tínhamos, eu e Jan , um expectativa maior. Tantos grupos se apresentando e uma exposição de aves.

Chegando lembrei das festas de interior e de algumas festas de praia. O ambiente tinha uma atmosfera tão parecida com as nossas áreas pobres do Nordeste que esperava o som de nossas música folclórica que não veio e de repente começar a dançar uma ciranda. Os aldeões de diferentes idades se colocam próximos ao bar, em geral tomando cerveja e experimentando os petiscos típicos da região em geral enchidos tipo chouriço de vários tipos. Alguns pares se formam para dançar o que torna divertida a noite. Mulheres com mulheres e alguns casais. A música era alegre e desconhecida, muito diferente do choro lacrimosos do fado. Havia uma barraca de quermesse com pequenas prendas de festas escolares. Cada bilhete  de um euro lhe dava um número que correspondia a uma dessas prendas ou a nada. A nossa foi um objeto com um apelo escrito: medidor de espessura do pênis. Um mistério se essas medidas correspondiam ao órgão adulto em estado de repouso ou se serviam para classificar a resposta erótica em função do entumescimento. Na realidade o instrumento era perfeito para medir porções de macarrão para de uma a quatro pessoas. Foi discretamente para o lixo pela indiscrição do título em letras desproporcionais ao tamanho do objeto ou do órgão em questão.

Terminando a festa fomos à casa do Senhor Bolas, nosso motorista e Dona Vitória, acompanhados de um casal amigo vindo de outra das pequenas vilas e terminamos a noite experimentando uma das sobremesas mais surpreendentes da região: a torta de laranja de Dona Vitória, um doce conventual de gemas com um sabor delicioso das doces laranjas portuguesas.

2 - "MALLE PIETJE, MALLE PETE":

Malle Pietje - o nome usado para feiras e mercados em que são vendidos uma mistura de objetos de velharias a antiguidades incluindo objetos, móveis. Um bazar de coisas não selecionadas, velhas, feias, quebradas ou úteis e bonitas.

Um exemplo de um "Malle Pete/ Malle Pietje" na paróquia de Santa Ana, Frisland (St. Annaparochie, Friesland).

 

 

Comentários

Ainda não há comentários para este artigo.

Deixe o seu comentário

Nome
E-mail
Mensagem